Eco-Aldeia de Corte-Mourão

TIPOLOGIA
Planeamento Estrutural Regenerativo
Eco-aldeia de Corte Mourão
Produção florestal, eco turismo, agricultura regenerativa.

  • Local: São Marcos da Serra, Silves.
  • Cliente: Privado
  • Data: 2017-2018
  • Extensão: 23 Ha.
CARACTERIZAÇÃO DO LOCAL
Inclui no seu perímetro aspectos topográficos diversos: zonas planas (com uma várzea
notável de aprox. 3ha, orientação N-S), encostas suaves, e encostas mais acentuadas, com orientações cardinais variadas;  Este conjunto permite oportunidades complementares, tanto na tipologia da produção ecológica, no potencial a nível de actividades de lazer, como no aproveitamento de recursos naturais.
O terreno é dominado por uma vegetação típica mediterrânica: principalmente pelo estrato arbustivo, pontuado por manchas arbóreas, com formações de tipo “Floresta Mediterrânica de Bosques e Arbustos” (ou Maqui), vegetação ribeirinha e vestígios de agricultura em tempos passados.

OBJECTIVOS DO PLANEAMENTO

Esta proposta de planeamento visou fornecer as orientações para o estabelecimento e desenvolvimento duma eco-aldeia, onde se pretende criar, produzir e viver de forma sustentável e autónomo: a nível de energia, alimento, e gestão de recursos naturais.

Na dita eco-aldeia, pretende-se ainda fomentar o desenvolvimento comunitário e humano, com abertura ao exterior através de eco-turismo, restauração e dinamização cultural (workshops, palestras).

Entre outros, o planeamento serviu de base para a integração ecológica na paisagem dos seguintes elementos, áreas de actividade e empreendedorismos:

  • Centro polivalente para actividades culturais; área de restauração; e recepção (ao público no geral, ao turismo);
  • Habitações/ localização de espaços e casas para eco-turismos;
  • Habitações permanente;
  • Ordenamento das zonas produtivas e parcelamento;
  • Gestão e aproveitamento dos recursos naturais com destaque nas produções e na autonomia energética;
  • Infraestruturas;
  • Estruturas ecológicas (de apoio e protecção às produções e de fomento/preservação da biodiversidade);
  • Plano de gestão de biomassa e planeamento de defesa contra riscos de incêndios;

 

SINGULARIDADES

  • Vasta zona com risco de inundação (segundo o PDM)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo