Arquivo de etiquetas: ecologia

Intervenções de emergência em áreas ardidas – Infograma

Este folheto pretende orientar o leitor, de forma prática, em como intervir em paisagens ardidas com vista a mitigar as consequências negativas da passagem do fogo, e à regeneração ecológica.

É apresentado de forma simples e ilustrativa e detalha estratégias e técnicas para:

  • Moldar a paisagem;
  • Controlar a erosão;
  • Gerir a matéria orgânica;
  • Implementar a base de um sistema perene, mais resiliente.

Faz clic na imagem para a ampliar.

O folheto também está disponível para download em versão .pdf para impressão (A3).

 

 

Os livros da Fernanda Botelho chegaram à Terracrua!

Os livros da Fernanda Botelho não são apenas guias práticos sobre a flora Mediterrânica e as suas propriedades medicinais ou os seus constituintes químicos: são uma imersão no universo magnífico das plantas, e uma introdução à subtileza do mundo natural.

A Fernanda transporta-nos sempre numa viagem que começa na culinária ou na terapêutica natural, até às curiosidades botânicas, passando pelo o impacto cultural das plantas, nos homens e mulheres de Portugal.

*Texto de introdução inspirado de prefácios e criticas nos livros da F. Botelho.

Os seus livros estão disponíveis para venda na sede da Terracrua, em Loulé.

Contacta-nos através do e-mail: melanie.santos@terracrua.org ou por telefone 289 416 143.

 

Os painéis pré-fabricados Ekopanely

Uma solução ecológica extremamente versátil e saudável para a construção, da qual somos representantes em Portugal. 


O QUE SÃO ?

São constituídos maioritariamente por palha, que é compactada por um processo com altas temperaturas e alta pressão, usando zero agentes ligantes. É por fim selada em cartão reciclado para tomar a forma de painéis de diferentes espessuras para a construção.

09o-ekopanely-2

VANTAGENS NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO

  • Universais;
  • Fáceis e rápidos de instalar – funcionam como os painéis tradicionais de gesso cartonado (tipo “pladur”);
  • São compatíveis com auto-construção, mas também para uso por empresas de construção estandartes;
  • Versáteis:
    – Servem para construções novas, renovações, extensões, divisões ou conversões;
    – O sistema pode ser utilizado em diversos modos construtivos: paredes divisórias, de casa de banho, cozinha ou quarto (taxa de isolamento sonoro), paredes auto-portantes,  ou ainda como isolamento do chão ou dos telhados;
  • Baixo custo;
  • Alta qualidade (ecológica, mecânica e a nível de saúde);
  • Alta durabilidade mecânica;

ekopanley montagem

 

POR FIM, O CONFORTO DE UMA CASA SAUDÁVEL:

O que confere aos painéis as suas propriedades de isolamento térmico acima da média, é o seu material: a palha. Esta, devido às suas propriedades intrínsecas, torna qualquer edifício num local extremamente saudável, além de ser 100% renovável:

Os painéis prensados, ao mesmo tempo que acumulam o calor de forma  progressiva, não só protegem a estrutura de madeira, de mudanças drásticas de temperatura, como mantêm também ao mesmo tempo o ambiente interior em níveis constantes de temperatura, dado que são necessárias cerca de 11.8 horas para a temperatura exterior penetrar um edifício construído com Ekopanely’s. Esta característica reduz de forma notória custos de aquecimento no Inverno e de arrefecimento, no Verão.

O mesmo material, pela sua natureza fibrosa, é altamente permeável ao vapor : absorve o excesso de vapor no ar, e quando a taxa de humidade baixa novamente, libertam-na suavemente no ambiente. Este mecanismo tem um impacto muito positivo no microclima interior das casas, especialmente no Inverno, assim como na saúde dos seus habitantes (crianças, pessoas asmáticas, sofrendo de reumatismos, etc…)

 

  • Para quem quer poupar nas despesas energéticas (aquecimento e arrefecimento),
  • Para quem deseja construir saudável, de forma barata e duradoura,
  • Para quem deseja renovar ou melhorar o isolamento de uma casa existente,
  • Para quem quer cuidar do seu lar e dos que nele habitam,
  • E até para quem deseja construir a sua casa de férias, ao mesmo tempo que preserva os seus bens, como a estrutura de madeira do edifício…

Para mais informações técnicas, visite este link, dum folheto em inglês sobre os painéis Ekopanely, ou o site do fabricante.

Pode ainda contactar-nos para encomendas, assim como para descobrir amostras do Produto, via +351 289 416 143 ;  geral@terracrua.org  ; o nosso site ; ou na nossa Sede, em Loulé. 

PG02 – Planeamento de emergência pós fogo e design estrutural na Corga da Pereira, Pedrógão Grande

É na sequência do nosso trabalho pro bono para a zona afectada pelos grandes incêndios de Julho na zona de Pedrogão Grande, Castanheira de Pêra e Góis, que desenvolvemos este projecto, para uma quinta familiar na zona de Mega Cimeira.

Como no precedente trabalho, esta é uma propriedade difícil devido ao acentuado declive, e que foi praticamente toda queimada. As estradas existentes fomentam a erosão hidrica, e está rodeada de plantações de eucalipto.

Neste momento, os proprietários preparam-se para intervir, só aguardam as linhas orientadoras que agora partilhamos.

Aqui estão um conjunto de ficheiros, que dão uma visão geral do que se pode e deve fazer, quer ao nível das intervenções pós fogo, quer a nível de criar uma estrutura permanente que mitiga a erosão e prepara o terreno para as plantações.

  1. Mapa de zoneamento e intervenções: Green_Family V2-Zoneamento
  2. Corte/perfil: Green_Family V2-Corte WEB com logo
  3. Cronograma de gestão dos solos e biomassa: Cronograma de intervenção pós incendios terracrua 2017
  4. Modelo de “gestão de combustivel” para zonas habitadas: Faixa de gestão de combustivel-Corte sem logo

Cascatas tróficas – O caso das baleias

Embora pareça não fazer sentido, porque as baleias alimentam-se de krill e de peixe, observa-se que à medida que as baleias desaparecem, também diminuem os números de peixe e de krill… 

A verdade é que… (estamos fartos de ouvir falar de baleias?) as baleias contribuem em manter o ecossistema oceânico em equilíbrio…

Resumidamente, esta cascata “começa” no sítio mais baixo, como de cost(r)ume, ou seja, nas próprias fezes das baleias. Estas são libertadas em quantidades enormes à superfície do oceano, disponibilizando desse modo nutrientes tais como o azoto e o ferro para o fitoplâncton, que se delicia com esta matéria.
O fitoplâncton, por sua vez será a base alimentar do krill, que alimenta diversas baleias e peixes, que irão eventualmente alimentar ursos, humanos, lobos, águias, e ! florestas

Sem mais demoras, convido-vos a visualizar este curto mas esclarecedor filme que resume bem o papel ou algumas funções das baleias nos ecossistemas oceânicos (e terrestres também no final das contas); Narrado por George Monbiot -em inglês.

Bem haja!

 

Continuar a lerCascatas tróficas – O caso das baleias